sábado, 10 de dezembro de 2011

CONSELHO DA COMUNIDADE DE SERGIPE COMEMORA SEU QUINTO ANIVERSÁRIO

O Conselho da Comunidade na Execução Penal de Sergipe - CCEP/SE, comemorou na noite de terça-feira 6 de dezembro, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, seção de Sergipe (OAB/SE), em Aracaju, seu quinto aniversário como entidade jurídica (o órgão existe há mais de 20 anos), e aproveitou a oportunidade para apresentar à sociedade e representantes governamentais suas perspectivas e desafios para 2012. 
.


O presidente eleito em setembro passado, Sr. José Raimundo de Sousa, discorreu para os presentes propostas de criação da "Casa do Egresso" e ampliação do projeto de cursos profissionalizantes, bem como estruturação física do Conselho. Para isto tem feito diversos contatos para o estabelecimento de parcerias, com o poder público e com a iniciativa privada, tais como o Tribunal de Justiça e a Federação das Indústrias de Sergipe. 
Formado por mais de 21 entidades da sociedade civil e da Defensoria Pública – e na iminência de receber mais duas –, o CCEP busca realizar trabalhos que auxiliem egressos ou apenados a se reintegrarem à sociedade. “Já temos 500 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos na área de construção civil para os egressos”, apontou o presidente Raimundo de Souza.
Além de promover ações para quem está saindo dos presídios, o CCEP procura também desenvolver programas para quem ainda tem pena a cumprir. “Já temos um projeto agrícola pronto para o Cadeião, em Socorro. Isso contribui para que, lá dentro, eles se exercitem, se eduquem e tenham uma reintegração mais fácil quando saírem”, acrescenta o presidente.
Segundo Souza, o principal desafio para o ano que vem é não se ater a essas 500 oportunidades. “É ultrapassar isso com outros cursos fora da área de construção civil, bem como fazer a fundação da Casa do Egresso”, afirmou Raimundo (vídeo ao final da matéria). 


O vice-presidente, Sr. Carlos Antonio de Magalhães - Magal, apresentou os objetivos do CCEP, conforme seu estatuto, e os trabalhos realizados bem como os resultados alcançados este ano, que serviram como ponto de partida para a busca de novos desafios propostos pelo novo presidente. 
A seção sergipana da Loja Maçônica Grande Oriente do Brasil é uma das entidades que se aliarão ao Conselho. “Fomos convidados para indicar dois representantes”, informou o grão-mestre estadual da Loja, Lourival Mariano de Santana. “É fundamental tudo o que eles fazem para resgatar a auto-estima e a ressocialização dos presidiários. A Maçonaria também pensa dessa forma”, comenta Santana. 

video

Esteve presente representando o governador do Estado e o secretário de justiça e de defesa do consumidor, o Dr. Filadelfo Alexandre - secretário adjunto, e o presidente do Conselho Penitenciário do Estado de Sergipe, Dr. Gilson Gama - procurador da república.

Nenhum comentário:

Postar um comentário