sexta-feira, 22 de julho de 2011

CONSELHO DA COMUNIDADE NA EXECUÇÃO PENAL DE SERGIPE PROMOVE CURSO DE INSTALADOR HIDRÁULICO PARA EGRESSOS

O Conselho da Comunidade na Execução Penal de Sergipe, CCEP/SE, recebeu na manhã de 22/07, no auditório do Fórum Olimpio Mendonça, em Aracaju-SE, nova turma de egressos do sistema prisional para participar do curso de "Instalador Hidráulico". O curso começará no próximo dia 02 de agosto e será executado pelo SENAI, na unidade CETICC, situada na  Avenida Tancredo Neves, 5600, Bairro América, nesta capital. Com mais esta turma o Conselho busca cumprir uma de suas finalidades, a de viabilizar condições de reintegração de ex-presidiários ao mercado de trabalho através da profissionalização. 
Como nos cursos anteriores, de "Pintor imobiliário" e de "Gesseiro", foram estabelecidas parcerias para a concretização da iniciativa, em especial do SENAI com a AMANCO (indústria de componentes hidráulicos e sanitários para a construção civil, que financiará o curso), com a Vara de Execuções Penais (faz o cadastramento e a seleção dos egressos), com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social (fornecerá cestas básicas), com o SENAC (fornecerá o lanche) e com o SINDUSCON-SE (Sindicato da Indústria da Construção Civil de Sergipe, que financiará o vale-transporte). 


Segundo o presidente do CCEP-SE, Carlos Antonio de Magalhães (Magal), o curso de Instalador Hidráulico visa aprimorar habilidades técnicas de instalações hidro-sanitárias em obras na construção civil. Será ministrado para 16 alunos e terá uma carga horária de 160 horas, 4 horas por dia durante 40 dias úteis. No conteúdo programático, dentre as diversas temáticas, destacam-se "Noções de Leitura e Interpretação de Projetos Hidráulicos", "Características do sistema: isolamento acústico, isolamento térmico, atoxicidade, dilatação, flexibilidade, resistência, coeficiente de rugosidade e velocidade interna, vantagens na manutenção contra perfurações e nos reparos, comparativo de tempo de instalação e emprego: homem/hora - PPR x cobre, custo x benefício", entre outros. 
A Pastoral Carcerária de Sergipe é um dos membros ativos do Conselho.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

AGENTES DE PASTORAL CARCERÁRIA PARTICIPAM DO CURSO DE JUSTIÇA RESTAURATIVA

Foi realizado no período de 11 a 15 de julho, em São Paulo, um curso de "Formação e Práticas em Justiça Restaurativa" para cerca de 35 agentes da Pastoral Carcerária de todo o Brasil, executado pelo CDHEP (Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo - SP), promovido pela Coordenação Nacional da Pastoral Carcerária. Este curso visou formar facilitadores e mediadores para a implementação de práticas restaurativas em seus estados.
As práticas restaurativas, entre outras finalidades, trabalham os conflitos no sentido de: possibilitar à vitima a restauração da integridade moral e física, danificadas pelo ofensor; ajudam na reconstrução da sensação de segurança na legalidade; propiciam um manejo melhor de sua história, seus atos e suas próprias feridas, desde que assumam o que fizeram; e cria espaço, por meio de um diálogo, para as partes adotarem mecanismos de restauração que façam sentido para ambas.


Segundo Andréa, uma das instrutoras do treinamento, o curso é uma continuação da ESPERE (Escola do Perdão e Reconciliação), completando um total de 80 horas de capacitação teórica e prática. A partir desta etapa o(a)s agentes farão propostas de intervenções em seus estados. Está previsto para dezembro deste ano um novo encontro onde serão apresentadas as primeiras experiências de práticas de justiça restaurativa com a população encarcerada, suas famílias e a comunidade. 
Magal, Maria José e Cleide participaram  do curso pela Pastoral Carcerária de Sergipe.



Padre Valdir, coordenador nacional da Pastoral Carcerária, que participou de todo o treinamento, avalia o curso como uma oportunidade ímpar de conhecimento para uma próxima aplicação no nosso dia-dia. Clique no vídeo abaixo para ouvir suas considerações. 

video

Veja também os vídeos com os coordenadores das Macrorregiões Sul - Manoel Feio, Nordeste - Carlos Antonio de Magalhães (Magal), e Sudeste - Camille Poltroniere Santana  avaliando o encontro, e com a instrutora Joana e as participantes Ângela e Jacqueline, de Varginha, Minas Gerais. 

video

video








domingo, 10 de julho de 2011

COORDENADOR NACIONAL DA PASTORAL CARCERÁRIA PARTICIPA DE ENCONTRO ESTADUAL DE SERGIPE E VISITA PRESÍDIOS

O coordenador nacional da Pastoral Carcerária, Padre Valdir João Silveira, esteve em Sergipe para participar do Encontro Estadual e aproveitou a estada entre os sergipanos para visitar unidades prisionais, bem como autoridades ligadas ao sistema penitenciário, entre elas o secretário de justiça Benedito Figueiredo.
Durante o Encontro participou ativamente dos debates e exposições, contribuindo com perguntas e posicionamentos dentro da temática "Olhares sobre o Sistema Penitenciário Sergipano" (o relatório do encontro está em fase final de elaboração  e será divulgado posteriormente). Padre Valdir fará um relato específico sobre o que presenciou e ouviu nos presídios, de segunda à quinta-feira (4 a 7 de julho), destacando pontos positivos e negativos, comparando com o que existe nos demais estados em que já esteve. Abaixo algumas fotos e de locais visitados no interior de Sergipe.  


PRESÍDIO ESTADUAL DE AREIA BRANCA

PRESIDIO ESTADUAL SENADOR LEITE NETO - N. S. GLÓRIA

PRESÍDIO ESTADUAL MANUEL BARBOSA DE SOUZA - TOBIAS BARRETO

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Matéria do portal da Defensoria Pública de Sergipe

Defensoria : Padre da Pastoral Carcerária Nacional se reúne com membros da Defensoria Pública
Em 30/06/11
Débora Matos
O coordenador nacional da Pastoral Carcerária - CNBB, padre Valdir João Silveira, acompanhado do coordenador da Pastoral Carcerária Macrorregião Nordeste, Magal da Pastoral e da coordenadora da Arquidiocese Maria Rita Bizerra Lopes estiveram na manhã de hoje (30) na sede da Defensoria Pública do Estado para conhecer o defensor público geral e falar sobre a situação do sistema prisional no país....
Link: http://www.defensoria.se.gov.br/modules/news/article.php?storyid=191